Princípios gerais da criatividade

by primeiro design

000000003

No campo da criatividade não há regras fixas, a não ser o conhecimento profundo do produto, de seus concorrentes, do mercado e do consumidor. Dessa constatação nascem os princípios gerais que a seguir serão analisados.

Prender a atenção

Com exceção das crianças, as pessoas atentam pouco para a propaganda. Por isso é tão importante que o anúncio prenda a atenção desde o primeiro momento.
Em televisão, por exemplo, está demonstrado que um spot consegue atrair a atenção do espectador durante os primeiros cinco segundos, ou nem isso. E o mesmo acontece com os outros meios de divulgação. Se a manchete ou a ilustração de um anúncio nos jornais ou revistas não consegue captar imediatamente a atenção, o leitor virará a página sem ter lido.
É evidente que a força de comunicação de uma ilustração está em sua capacidade de prender a atenção de imediato.

Buscar o destaque

As pessoas estão sobrecarregadas e intoxicadas pela propaganda. Basta ver a televisão, ouvir
o rádio, folhear o jornal ou as revistas, andar pela rua, ir a um cinema, entrar num supermercado, ou abrir as caixas de correio para comprová-lo. Isso significa que é imprescindível buscar o destaque, não só com relação aos produtos competidores, mas também com relação às demais campanhas publicitárias.
E é mais rentável destacar-se fazendo alguma coisa diferente, do que simplesmente investindo
mais. Portanto, é necessário inovar, evidentemente de forma relevante e pertinente para o produto.

 

Pensar no simples

A propaganda não dispõe, geralmente, nem de muito tempo, nem de muito espaço: os anúncios de televisão medem-se em segundos e os da imprensa em centímetros. Por isso a campanha mais efetiva é a que segue a regra de quanto mais simples, melhor.

 

Persuadir com paciência

A propaganda é antes de tudo persuasão. A campanha deve convencer o consumidor das
vantagens físicas ou emocionais do produto. Pode-se mudar a atitude das pessoas, mas nem sempre com sermões de vinte segundos. A persuasão exige tempo, geralmente maior do que aquele empregado para ler 30 ou 40 palavras.

Ser memorável

As pessoas confundem muitas ideias parecidas, e depois não se lembram bem de nenhuma.
A pesquisa prova que, em setores de forte investimento, as pessoas recordam algumas marcas e slogans, mas confundem-os, às vezes, entre si. Isso significa que, muitas vezes, se está fazendo propaganda em benefício de um competidor, ou no melhor dos casos, do setor em vez do produto.
É preciso criar anúncios memoráveis, que possam ser recordados até bastante tempo depois, e que a relação marca-slogan seja inseparável.

Republished by Blog Post Promoter

Os melhores comerciais do Super Bowl 2015

by primeiro design

0000000034

O super bowl é um evento dos mais esperados quando se trata de propaganda nos EUA, não so pelo grande evento do jogo, mas também pela oportunidade de veicular comerciais dos mais variados e sempre com uma criatividade que sempre impressiona.

Agora que os Patriots já levaram o troféu para casa e todas as propagandas já foram reveladas, está na hora de trazer os melhores comerciais que foram exibidos durante Super Bowl 2015. Como de costume, empresas gigantescas fizeram a sua aparição em um dos espaços publicitários mais caros do mundo. Entre elas estão: McDonald’s, Universal, BMW, Microsoft, Toyota, Dodge, Nissan, Fiat, Budweiser, Walt Disney, Kia Motors, Jeep, Paramount, Discover, Lexus, T-Mobile, Pepsei e muitas outras.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Republished by Blog Post Promoter

Fotografia – Resolução fotográfica

by primeiro design

 00000000345

A resolução fotográfica é um assunto que muitas vezes pode trazer um pouco de dúvidas, principalmente para os iniciantes.

Estamos acostumados a uma supervalorização da quantidade de resolução das câmeras fotográficas, normalmente os anúncios frisam muito essa característica e os vendedores repetem como se isto fosse realmente a coisa mais importante quando se compra um equipamento fotográfico.

Câmeras com mais megapixels fazem fotos melhores

“O Mito de que Câmeras com mais megapixels fazem fotos melhores – Na verdade, a quantidade de megapixels que o sensor de uma câmera possui influi pouco na qualidade de suas fotos, se comparado a outros fatores. Primeiramente, como um monitor Full HD possui apenas 2 Megapixels, e os novos 4K possuem 8 Megapixels, qualquer câmera com mais resolução do que isso não vai mostrar na tela a diferença que mais megapixels fazem. Se você der um zoom na foto, parte da imagem estará sendo jogada fora, caso em que mais megapixels fazem a diferença, assim como quando a foto será impressa, já que a resolução das impressoras fotográficas é superior à resolução das telas, em maior parte. Agora, se você costuma ver as fotos em seu monitor ou na TV, a diferença entre uma foto de 15 e 5 megapixels é o tamanho, lotando seu HD mais rápido.”

A resolução pode ser identificada através da medição de pixels nas dimensões de altura e largura. Por exemplo, um fabricante de câmeras pode descrever a resolução da câmera, como 3904×2598 pixels (Altura x Largura), que por sua vez pode ser denominado como 3904×2598 = 10.142.592 pixels. Se este número for dividido por 1 milhão, o resultado será de 10.1 megapixels (um megapixel é equivalente a um milhão de pixels). Assim, a resolução da imagem também pode ser descrito como 10.1 megapixels, ou 10,1 MP.

A resolução é muitas vezes mal compreendida quando se trata de fotografia digital, porque cada equipamento mede de forma diferente. No entanto, é essencial para entender como a resolução de cada peça de equipamento opera no fluxo de trabalho de modo que você possa obter a melhor imagem possível para o seu produto final. Obviamente, uma câmera de 12 megapixels é um exagero para as imagens que vão ser enviados para redes sociais ou sites na web. E uma impressora de 300 dpi pode não ser suficiente, se você estiver pensando em fazer impressões de fotos de qualidade de Belas Artes. Além disso, não é uma “aposta segura” obter o máximo de resolução que você pode pagar, porque você pode realmente nunca usá-la e, portanto, seu dinheiro pode ser gasto melhor em outro lugar (como em uma lente melhor, esse sim, item que você nunca deve economizar).

Conheça mais sobre fotografia com nosso Parceiro Foto Dicas Brasil.

Republished by Blog Post Promoter

Embalagens Criativas #5

by primeiro design

0000000034

Para se inspirar, Nada melhor do que ver bons trabalhos. Abaixo, você alguns exemplos muito criativos e funcionais de embalagens.

 

Republished by Blog Post Promoter

Tipografia Inspirada em Heróis

by primeiro design

0000000034

o designer gráfico mexicano, David Milan, fez um belíssimo trabalho ao criar artes tipográficas de super-heróis  e vilões usando apenas papel e canetas coloridas. É um belo trabalho que vale a pena conferir.

Veja abaixo alguns desses trabalhos:

71006bdcacc9ed4e2192c02e9e31c46e

 

 

e6f81e2efc888b0d4605b232e6826f7b

0a99779da2ccf6f823b773e3e0950b34

4b33cd56491a5cd4b762e0d8386506f2

26ad06e03d863f1ba4d38dd8301648e5

45e5e243e421d4095b8f388cd333e9ff

3081d144763ea3846fc81484ee7e3724

a825f57317c0d15d7b7eeb619d4829ed

afb13f3dc3b86d43e9a4a1a4ebe548dd

b73ca632930ee933ff566293f8ab634b

 

Via http://www.ideiaquente.com/

 

Republished by Blog Post Promoter

Comerciais de Esmalte

by primeiro design

00000000346

Eles fazem a cabeça das mulheres e os dedos também, os esmaltes hoje em dia se vendem de forma que não so a cor é motivo para compra do produto, quem já usou, por que usou e o qual famosa é a marca, também são fatores que o publico feminino leva em consideração na hora de decorar as unhas.

Veja abaixo alguns exemplos de comerciais deste produto.

 

 

 

 

 

 

Republished by Blog Post Promoter

O que é design de interiores?

by primeiro design

000000003

O design de interiores é uma inteligente técnica que consiste em planejar, ordenar e decorar da melhor forma cada espaço, sempre prezando quatro pontos essenciais: a estética, o conforto, a funcionalidade e a praticidade. Levando em consideração, é claro, a identidade e a rotina daqueles que frequentarão o ambiente. Logo, cabe ao designer fazer uma releitura do layout de cada ambiente, de modo a produzir um espaço indiscutivelmente fabuloso. Contudo, o profissional de design é limitado em alterar a estrutura física dos ambientes, como construir ou quebrar paredes. O que não é empecilho algum, para obter um resultado espetacular.

 

O que pode e o que não pode:

Embora, como já mencionado, o designer não possua autorização em alterar a parte física da construção, o profissional pode servir-se de outros meios eficazes para criar outros ambientes, num mesmo espaço. Graças ao gesso, ou ainda, com o auxílio da marcenaria, por exemplo, é possível separar, ou ainda, produzir outros ambientes. A disponibilidade de uma diversificada opção de revestimentos, também auxilia nessas modificações. Sendo assim, além da preparação técnica do designer, o profissional ainda possui uma variedade de meios e de produtos capazes de ajudá-lo a cumprir tão bem sua missão.

 

O profissional de design de interiores:

Oferecer uma agradável sensação de bem-estar é um dos requisitos . Logo, independente do tamanho do ambiente é fundamental que o espaço supra todas as necessidades daqueles que usufruirão do local. Sendo assim, para compor um ambiente ideal, o designer também servirá de outros indispensáveis artifícios, como o projeto de iluminação, o planejamento das cores utilizadas no ambiente, a escolha mais adequada dos móveis, dos acessórios e dos objetos decorativos, tudo de acordo com o estilo e com o orçamento do cliente.

 

Visto em: http://www.suamelhordecoracao.com.br/

Republished by Blog Post Promoter

O Concept Art de Operação Big Hero

by primeiro design

0000000034

O ganhador do oscar Big Hero 6, Big Hero 6 – Os Novos Heróis ou Operação Big Hero é uma comédia de ação e aventura, que se passa na cidade de San Fransokyo, uma mistura de São Francisco e Tóquio.
Veja abaixo o trabalho de criação dos Concept Artists para esse incrível filme.

 

 

Republished by Blog Post Promoter

Embalagens Criativas #4

by primeiro design

0000000034

Para se inspirar, Nada melhor do que ver bons trabalhos. Abaixo, você alguns exemplos muito criativos e funcionais de embalagens.

 

 

Republished by Blog Post Promoter

A Incrível arte de Bruno Castro

by primeiro design

0000000034

Entrevistamos Bruno Castro, um ilustrador talentosíssimo que vem com seu traço animado e descontraído fazendo trabalhos muito criativos. veja como foi:

 

Primeiro design: Quando começou a se interessar por arte e ilustração?

Bruno: Não sei ao certo quando, mas desde muito pequeno já desenhava bem.
 
PD: Quais são os altos e baixos de ser um artista visual?

Bruno: A coisa ruim de ser artista no Brasil é que muitas pessoas daqui não valorizam o trabalho, e que no começo de carreira é quase impossível de se manter. O bom de ser um artista “ilustrador” é quando seu trabalho começa a ser valorizado, e você ver suas ilustrações em lugares, produtos e etc…

PD: Quando precisa criar, prefere partir para o meio digital, ou diretamente o tradicional?

Bruno: Eu utilizo os dois meios, quando preciso trabalhar e não estou com a mesa digitalizadora, eu não vejo problema em utilizar um um lápis e papel, mas para finalizar o trabalho sempre é digitalmente, por que passa uma aparência mas limpa para o trabalho. (ilustração)

PD: Quais são os maiores desafios para se obter reconhecimento no mercado atual na sua opinião?

Bruno: Pelo fato de existir muitas pessoas que desenham, e que não valorizam o seu trabalho, cobram preços muito baixo. Isso faz as pessoas desqualificar quem realmente é profissional aqui no Brasil.

PD: Para os jovens ilustradores e Designers que tem que passar pelo não reconhecimento apropriado por parte dos clientes, qual a sua dica? Como foi lidar com o seu primeiro cliente grande? Quanto aos pedidos dos clientes, é difícil lidar com pedidos de alteração? Quanto a criação, o visual é mais importante do que ser funcional?

Bruno: No começo é normal não ser reconhecido, sempre aparece clientes que prometem divulgação, e isso não é uma boa. Nunca aceite um trabalho em troca de divulgação, por que os clientes costumam sempre vim por indicação de outros clientes satisfeitos. Quando você aceita divulgação o seu trabalho sim é divulgado, mas é divulgado para crianças de 12 e 13 anos, para pessoas que não tem nada haver com ilustração ou publicidade. Lidar com meu primeiro cliente grande deu um estimulo a mais para seguir em frente, a dica é: Pelo fato de ser uma empresa grande costumamos pensar em cobrar valores inimagináveis, e não é para ser assim, devemos cobrar sim um belo valor, mas não tão alto. E o outro problema é achar que agora que fez um trabalho para um cliente grande, você pensa em só cobrar aquele valor, e não é assim, você não pode cobrar o padeiro algo que você cobra a uma multinacional, entende?! Eu não tenho problemas com a alteração, costumo começar o trabalho apenas quando os 50 % forem depositados, então assim envio rascunhos para análise do cliente, ele aprovando eu dou continuidade ao projeto, então ele já fica ciente do que esta sendo feito. Visual é importante sim, e com certeza é mas importante que velocidade. Mais se você conseguir unir visual com velocidade é muito melhor.

 Veja abaixo alguns dos trabalhos de Bruno Castro

Você pode ver mais no site : www.ilustradorbrunocastro.com.br

e no facebook  de  Bruno Castro

Republished by Blog Post Promoter

Páginas:12»